Sexta-feira, 17 de Agosto de 2007

O início ...

Primeiro de tudo ... nunca na vida fiz um cirurgia de espécie alguma e estou bastante nervosa com esta mas ao mesmo tempo não vejo a hora de a fazer.

Depois de muito tempo de dores nas costas, dificuldade em respirar, movimentos condicionados e sobretudo vergonha em muitas situações enquanto esperava a ajuda da Segurança Social, Resolvi empenhar-me até aos cabelos e pela módica quantia de €6000 resolvi fazer uma redução mamária no privado. Fiz um empréstimo com um amigo e cá vai disto.

Telefonei então ao Hospital Privado de S. Gonçalo em Lagos e marquei uma consulta com o Cirurgião plástico, Dr. José Nuno Ramos.

Para dizer a verdade não fiquei muito impressionada com a primeira consulta, eu disse ao Dr. Nuno Ramos que o meu médico de familia me tinha aconselhado a redução mamária e ele prontamente concordou. Depois de examinar os seios por 2 ou 3 segundos, logo adiantou que tiraria para mais de um kilo de cada um. Rápidamente olhou para as mamografias e eco-mamárias e disse-me que podia marcar a cirurgia para quando quizesse. Achei tudo aquilo muito rápido. Explicou-me então como seria feita a cirurgia, o que eu já havia visto numa reportagem na televisão, mas que passo a explicar:

A pele é aberta em forma de ancora inversa, ou seja um corte horizontal na base da mama e uma vertical da base até ao mamilo. A pele á volta do mamilo também é cortada para que o mamilo possa ser re-colocado. Não é no entanto detacado, ou seja, embora destacado da pele, não é destacado da mama e todos os canais e nervos são preservados. Algumas mulheres amamentam depois de uma mamoplastia.Depois a gordura é retirada da mama, em volta, ás camadas, como se descacasse uma maçã que vai ficando mais pequena. a pele é depois cosida de volta e a cicatriz fica novamente em forma de âncora inversa.

Depois o médico deu-me o numero de telemóvel e disse-me que ligasse caso tivesse mais alguma dúvida, o que me deixou mais descansada.

Liguei 2 vezes ao médico e na ultima ele disse-me que fosse ter ao Hospital no dia seguinte e assim podiamos falar sobre o que me estivesse a incomodar. Assim fiz e desta vez fiquei com muito melhor impressão do médico, mais atencioso e atento respondeu a todas as minhas perguntas, a maioria sobre o pós-operatório, mas sobre essas falarei na devida altura.

Em relação ao pré-operatório, só me disse que não tomasse aspirina nem nada com composição semelhante pois torna o sangue mais liquido e dificulta a coagulação na cirurgia, que não estivesse nervosa porque iria correr tudo bem (é sempre bom ouvir o médico dizer isto) até disse "não fique nervosa isto é tao giro", pois deve ser giro para ele mas adiante... Disse-me ainda que teria de fazer alguns exames de saúde antes da cirurgia e ter uma consulta com um médico de clinica geral.

Hoje fui fazer análizes (sangue e urina) e um raio-X ao torax, exames que serão complementados amanhã com um ECG e uma consulta com um médico.

Depois conto como correu

Tô: Feliz e nervosa
narrado por Bruxa doida às 00:18

link do post | comentar | favorito
|

.Euzinha

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.O baú

.O baú

.tags

. todas as tags

.Visitas

.subscrever feeds